Pacote grego não será renegociado, diz ministro alemão

O ministro pediu que o governo grego demonstre claramente que deseja permanecer na zona do euro

Berlim – O ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Guido Westerwelle, descartou qualquer renegociação do segundo pacote de resgate para a Grécia. “Eu vejo o surgimento de desejos na Grécia de renegociar e questionar substancialmente as obrigações do país de implementar as reformas prometidas. Eu só posso dizer que isso não vai acontecer. É um limite que nós não vamos cruzar”, afirmou ele em uma entrevista para o jornal Bild.

O ministro pediu que o governo grego demonstre claramente que deseja permanecer na zona do euro. “A Grécia não pode simplesmente dizer que quer ficar na zona do euro. Eles precisam implementar uma política clara de reformas e manter seus compromissos”, comentou Westerwelle.

Auditores da chamada troica de credores internacionais – formada por Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) – devem chegar a Atenas na próxima semana para uma ampla inspeção do programa econômico do novo governo. O relatório da troica vai determinar se a Grécia receberá as próximas parcelas do programa de resgate, que somam 31,5 bilhões de euros, em setembro. As informações são da Dow Jones.