Os novos, e incertos, números da produção industrial

ÀS SETE - Nesta terça será divulgado os números da Produção Industrial de janeiro, mas o resultado não deve ser elucidador sobre o que esperar para o ano

A terça-feira tem a divulgação da Produção Industrial do país em janeiro com um resultado não muito elucidador sobre o que esperar para o restante do ano.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

A expectativa de economistas é de que, após uma surpreendente alta de 2,8% em dezembro, o indicador apresente uma queda de 0,6% na comparação com o mês anterior.

Já na comparação com o mesmo período de 2017, a expectativa é de um avanço de 6%. Para o restante do ano, as projeções são otimistas.

Os dados do Produto Interno Bruto do quarto trimestre de 2017 divulgados na semana passada mostraram uma retomada, com o crescimento de 0,5%, do PIB Industrial.

No acumulado do ano, a alta chegou a três dos quatro segmentos da indústria: extrativa (4,3%), transformação (1,7%) e eletricidade e gás, água, esgoto e atividades de gestão de resíduos (0,9%).

Se no início a recuperação do setor foi puxada pela indústria automobilística, a alta agora deve ser mais generalizada. A maior dúvida paira sobre o setor de construção civil, o único a apresentar queda em 2017, de 0,5%.

Neste ano, a expectativa é de que o indicador volte a subir, mas, para ter uma alta consistente, é preciso tirar incertezas do caminho, como o processo eleitoral.