Orçamento espanhol será vigiado após ajuda aos bancos

A informação é do o economista chefe do BCE, Peter Praet

Frankfurt – A evolução do orçamento da Espanha estará sob a supervisão dos sócios europeus depois que o país receber uma ajuda para seus bancos, informou o economista chefe do Banco Central Europeu (BCE), Peter Praet, em entrevista ao Financial Times Deutschland.

“A Espanha não tem um programa de ajuda clásico. Mas por causa da relação entre a situação do setor bancário e as finanças públicas, não podemos perder de vista o orçamento do Estado espanhol”, disse Praet.

A ajuda dos sócios europeus a Espanha, que pode chegar a 100 bilhões de euros, será concedida em pagamentos sucessivos, condicionados ao cumprimento das condições, advertiu Praet.