Onyx diz que Previdência será aprovada no Senado em julho

De acordo com o ministro da Casa Civil, o governo separou de forma inédita a Previdência da assistência social

Rio de Janeiro — O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta quinta-feira, 16, que somente depois que houver a aprovação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, em junho, e no Senado, em julho, o Brasil poderá entrar num processo de prosperidade.

Ele afirmou que pela primeira vez o governo enviou uma “reforma de verdade” da Previdência, ao contrário dos governos anteriores, porque de maneira inédita, segundo ele, o governo separou a Previdência da assistência.

“Durante décadas isso foi propositalmente misturado (assistência e Previdência), e estamos fazendo uma reforma para todos, tanto que os pensionistas de militares vão pagar também”, declarou durante palestra no 91º Encontro Nacional da Indústria de Construção (Enic).