OCDE decidirá sobre pedido de adesão do Brasil em setembro

Além do Brasil, a Argentina, Peru, Croácia, Bulgária e Romênia também se candidataram para integrar a entidade

Londres – A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) confirmou nesta quarta-feira, 12, que a decisão do conselho sobre a solicitação do Brasil e mais cinco países para aderirem ao grupo ficou para setembro.

Em comunicado oficial divulgado hoje, a entidade disse que o conselho discutiu o processo de acessão potencial “olhando país por país”.

“Estamos fazendo progressos e o processo vai continuar em setembro”, trouxe o curto comunicado, que se seguiu ao final do encontro. A data de uma nova reunião daqui a dois meses não foi divulgada.

Além do Brasil, outros cinco países também solicitaram candidatura. Da América Latina, Argentina e Peru, e, da Europa, Croácia, Bulgária e Romênia.

O que tem mais chance de ser aprovado é o Brasil, que já é um “parceiro-chave” da OCDE.

O governo apresentou seu pedido à Organização em maio e agora aguarda uma resposta para continuar o processo, que pode demorar de três a quatro anos.

Para ser formalizado, os candidatos precisam receber o aval dos 35 membros da instituição, além da União Europeia.