Obama diz que Bernanke “ficou bem mais” do que queria no Fed

Presidente americano deu a entender em uma entrevista que foi ao ar na segunda-feira que pode estar procurando um novo chairman para o Banco Central

Washington – O presidente norte-americano, Barack Obama, deu a entender em uma entrevista que foi ao ar na segunda-feira que pode estar procurando um novo chairman para o Federal Reserve, ao afirmar que o atual, Ben Bernanke, ficou muito mais tempo do que ele havia planejado originalmente.

Falando com Charlie Rose, apresentador de um programa de entrevistas da PBS, Obama comparou Bernanke ao diretor do FBI, Robert Mueller, que concordou em ficar dois anos a mais do que havia planejado e que está para deixar o cargo nos próximos meses.

“Bem, eu acho que Ben Bernanke fez um excelente trabalho. Ben Bernanke é um pouco como Bob Mueller, o chefe do FBI –onde ele já ficou muito mais tempo do que ele queria ou ele deveria”, disse Obama.

Perguntado se renomearia Bernanke se ele quisesse continuar no cargo, Obama não respondeu diretamente.

“Ele tem sido um parceiro excelente, juntamente com a Casa Branca, para nos ajudar a nos recuperar, com muito mais força do que, por exemplo, os nossos parceiros europeus, do que poderia ter sido uma crise econômica de proporções épicas”, disse Obama.

A grande expectativa é que Bernanke deixe o cargo de chairman do Fed quando seu segundo mandato expirar no final de janeiro.

Acredita-se que Obama está considerando um número de especialistas monetários para o cargo, incluindo a vice-chairman do Fed, Janet Yellen, o ex-assessor de Obama e Bill Clinton Lawrence Summers e o ex-secretário do Tesouro Timothy Geithner.

Um anúncio sobre a sucessão no Fed poderia ocorrer já no outono (primavera no Brasil), para dar tempo ao Senado de aprovar o indicado de Obama antes do final do mandato de Bernanke.