Não pretendo sair da OMC, diz Trump

Presidente, que chamou a OMC de "desastre", descumpriu normas de comércio internacional e atacou aliados-chave com fortes tarifas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou nesta sexta-feira (29) ter a intenção de retirar seu país da Organização Mundial do Comércio (OMC).

“Não estou falando de retirada”, disse Trump à imprensa a bordo do Air Force One quando questionado sobre a intenção de deixar o organismo.

Trump, que chamou a OMC de “desastre”, descumpriu normas de comércio internacional e atacou aliados-chave com fortes tarifas, além de ter taxado produtos chineses em nome da segurança nacional.

O site Axios citou fontes que disseram que Trump repetiu diversas vezes a seus altos assessores que quer sair da OMC – um organismo que Washington ajudou a criar e que costuma decidir a favor dos Estados Unidos.

Mas o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, garantiu que seria “um exagero” dizer que Trump planeja se retirar da OMC.

“Não usarei nossa expressão favorita sobre as notícias falsas, mas isso é um exagero”, disse Mnuchin à emissora Fox Business, sobre uma reportagem publicada no portal Axios.

“O presidente deixou claro para nós e para os outros que tem preocupações com a OMC. Ele acha que há aspectos que não são justos”, explicou.

Embora Trump se queixe de que a China e outros países tenham usado o sistema da OMC para obter vantagens, “estamos focados no livre-comércio” e em “derrubar barreiras”, completou Mnuchin.