Movimento em estradas pedagiadas recua em maio, diz ABCR

O recuo foi de 0,4%

São Paulo – O fluxo total de veículos pelas estradas pedagiadas do Brasil recuou 0,4% em maio na comparação com abril, já descontados os efeitos sazonais.

É o que mostra o Índice ABCR, divulgado nesta terça-feira, 10, pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), em parceria com a Tendências Consultoria Integrada.

Pela mesma base de comparação, as passagens de veículos leves pelas praças de pedágios do País recuou 0,2% na virada de abril para maio. No mesmo período, o fluxo de veículos pesados caiu 0,6%.

Na comparação com maio do ano passado, o fluxo total de veículos pelas estradas pedagiadas do País cresceu 1,9%. A circulação dos leves cresceu 3,7% e a dos recuou 2,6%.

No acumulado de janeiro a maio, o fluxo total de veículos cresceu 4,7%, segundo a ABCR e a Tendências. Considerando a mesma base de comparação, os leves acumulam crescimento de 6,6% e os pesados recuaram 0,4%.

Já na acumulado dos últimos 12 meses, o fluxo total cresceu 4,5%, o dos leves subiu 5,6% e o dos pesados 1,4%.