Moody’s visita o Brasil no 1º tri de 2018 para avaliar rating

Falando a investidores e analistas, o chefe de risco para a América Latina afirmou ver sinais de melhora para o perfil de endividamento brasileiro

São Paulo – Representantes da Moody’s visitarão o Brasil no primeiro trimestre de 2018 antes de decidir sobre uma eventual ação sobre o rating do país, disse nesta terça-feira o chefe de risco soberano da agência para a América Latina, Mauro Leos.

Falando a investidores e analistas em São Paulo, Leos afirmou ver sinais de melhora para o perfil de endividamento brasileiro, incluindo a queda da Selic e o andamento de reformas estruturais no Congresso Nacional.

O executivo também destacou a inflação mais baixa e a retomada do PIB, mas ressalvou que uma melhora efetiva do cenário do país demanda sinais de crescimento econômico sustentado e a aprovação de mais reformas, incluindo a da Previdência.

“Sair da recessão e aprovar a reforma da Previdência é necessário, mas não suficiente”, disse Leos.

A Moody’s classifica o crédito do Brasil em moeda estrangeira em “Ba2”, com perspectiva negativa.