Ministro japonês teme por economia por paralisia nos EUA

Ministro das Finanças e o presidente do Banco Central do Japão manifestaram preocupação com impacto na economia mundial do bloqueio orçamentário americano

Tóquio – O ministro japonês das Finanças, Taro Aso, e o presidente do Banco Central do Japão manifestaram preocupação com o possível impacto na economia mundial do bloqueio orçamentário americano.

“Se não for resolvido rápido, teremos várias consequências na conjuntura econômica internacional”, afirmou Aso, em referência às infrutíferas negociações até o momento entre republicanos e democratas para elevar o teto da dívida pública dos Estados Unidos.

Aso expressou o temor de que a situação provoque a venda de dólares e a compra de ienes, elevando o valor da divisa nipônica, o que afetaria as exportações.

A recuperação econômica do Japão se deve em parte à política orçamentária do primeiro-ministro Shinzo Abe, que provoca uma desvalorização do iene, assim como a política de flexibilização monetária do Banco do Japão (BoJ, central).

O presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, afirmou que o bloqueio orçamentário nos Estados Unidos gera “um risco de pressão negativa sobre a economia mundial”.