Ministro francês vê retorno do crescimento no 2º semestre

Pierre Moscovici, das Finanças, afirmou que o país voltará a crescer após dados terem mostrado que o país entrou em recessão

Paris – O ministro das Finanças francês, Pierre Moscovici, afirmou nesta sexta-feira acreditar que a economia da França pode começar a crescer de novo no segundo semestre de 2013, após dados nesta semana terem mostrado que o país entrou em recessão.

“Acho que o crescimento voltará ao longo do segundo semestre de 2013 –mesmo já no segundo trimestre– e então poderemos garantir que ela se desenvolva em 2014”, disse Moscovici à rádio RTL, quando questionado sobre as perspectivas para a segunda maior economia da Europa.

Quetionado de novo sobre se realmente acha que a economia pode crescer no segundo trimestre, ele respondeu: “espero que sim”.

A declaração de Moscovici foi feita um dia depois de entrevista à imprensa do presidente François Hollande, na qual afirmou que seu segundo ano no cargo será sobre “uma ofensiva” para dar início ao crescimento em uma economia estagnada.

Na quarta-feira, dados da agência de estatísticas INSEE mostraram que a economia francesa encolheu 0,2 por cento no primeiro trimestre devido à fraqueza das exportações. A economia também havia encolhido no último trimestre de 2012, segundo dados revisados.