Minério de ferro sobe 2% na China após fortes dados econômicos

Apesar das tarifas anunciadas pelos Estados Unidos, a produção industrial da China cresceu após meses em queda

MANILA  – Os contratos futuros do minério de ferro e do carvão de coque subiram mais de 2 por cento nesta quarta-feira na China, recuperando-se de mínimas de vários meses após dados econômicos fortes do país apontarem para condições de demanda firme na segunda economia do mundo.

A produção industrial da China cresceu muito mais rápido do que o esperado no início do ano, sugerindo que a economia pode estar ganhando força mesmo com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, preparando fortes tarifas contra um dos principais motores de seu crescimento, a tecnologia.

Os dados sinalizaram um cenário de demanda mais robusta em relação ao que muitos tinham pensado, disse Matt France, chefe de vendas institucionais para metais na Ásia da Marex Spectron.

O contrato de minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian fechou em alta de 2,1 por cento, a 490 iuanes (78 dólares) por tonelada. Ele havia tocado uma mínima de quatro meses de 475,50 iuanes na segunda-feira.

O carvão de coque subiu 2,7 por cento, para 1.294,50 iuanes a tonelada.

Os dados também ajudaram a recuperação de futuros do vergalhão de aço, embora a alta na produção de aço na China limite os ganhos.

O preço do vergalhão avançou 0,6 por cento para terminar em 3.735 iuanes por tonelada.