México reduz previsão de crescimento para 2013

A expectativa agora é por um crescimento de 3,1% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, ante estimativa anterior de 3,5%

Cidade do México – O governo do México cortou nesta sexta-feira sua previsão de crescimento econômico para este ano após dados decepcionantes do primeiro trimestre.

A expectativa agora é por um crescimento de 3,1% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, ante estimativa anterior de 3,5%. Em 2012, o PIB cresceu 3,9%.

“Isso reflete melhor a nova situação. O enfraquecimento da demanda externa já está afetando a demanda doméstica”, afirmou o vice-ministro de Finanças do país, Fernando Aportela.

A revisão ocorre após a agência de estatísticas nacional anunciar mais cedo que o PIB cresceu somente 0,8% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, o pior resultado desde a recessão que afetou o país em 2009.

Aportela afirmou que o governo estuda a possibilidade de implementar cortes de gastos para compensar a redução de receita com impostos que é esperada como resultado da desaceleração.

As exportações mexicanas sofreram no primeiro trimestre com a demanda global mais fraca, principalmente dos EUA, enquanto o mercado doméstico foi afetado por menos gastos públicos e fatores sazonais, como o fato de o feriado de Páscoa ter sido em março este ano, em vez de abril.

As informações são da Dow Jones.