Meirelles: melhora da arrecadação reflete recuperação econômica

Em agosto, a arrecadação subiu 10,78%, em termos reais, ante igual mês de 2016, a R$ 104.206 bilhões; o resultado ficou acima do esperado

Noa York – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira que o crescimento da arrecadação de agosto reflete a recuperação de atividade econômica.

Em agosto, a arrecadação subiu 10,78 por cento, em termos reais, ante igual mês de 2016, a 104,206 bilhões de reais. O resultado ficou acima do esperado pelos analistas que previam 98 bilhões de reais.

“A recuperação da arrecadação foi muito importante. Estamos trabalhando para cumprir a meta fiscal deste ano e do próximo”, afirmou Meirelles, em entrevista concedida para jornalistas em Nova York. A meta fiscal de 2017 e 2018 é de um déficit de 159 bilhões de reais.

Citado como um possível nome para a disputa da eleição presidencial de 2018, Meirelles também reafirmou que não é pré-candidato, mas deixou a porta aberta ao afirmar que vai só tomar uma decisão sobre o seu futuro político até o prazo limite, em 31 de março do ano que vem.

“Eu disse (ao parlamentares do PSD) que não sou pré-candidato. O meu foco total agora é na economia.”

Na semana passada, a bancada do PSD convidou Meirelles para disputar a eleição presidencial. O líder da bancada, Marcos Montes (MG), disse que Meirelles chegou a receber a proposta com “entusiasmo”.