Média das exportações da balança comercial cai 2,7%

As exportações de básicos aumentaram 36%, as de semimanufaturados, 5,6%, e as de manufaturados, 4,6%

Brasília – A média das exportações até a terceira semana de março atingiu US$ 940,2 milhões, queda de 2,7% em relação à média de março de 2013. Influenciaram nesse resultado a redução nas vendas externas de produtos manufaturados e de semimanufaturados.

As exportações de manufaturados caíram 14,8%, para US$ 318,2 milhões (média diária), devido a óleos combustíveis, aviões, máquinas para terraplenagem, açúcar refinado, motores para veículos e partes, autopeças, motores/geradores e automóveis de passageiros.

Já as vendas externas de semimanufaturados recuaram 11%, para US$ 113,9 milhões, devido a produtos como estanho em bruto, ferro fundido, ouro em forma semimanufaturada, alumínio em bruto, açúcar em bruto e semimanufaturados de ferro/aço.

Por outro lado, as exportações de básicos subiram 9,9%, para US$ 487,7 milhões, devido a bovinos vivos, soja em grão, farelo de soja, minério de cobre, carne bovina e café em grão.

Em relação a fevereiro de 2014, o crescimento foi de 18%. As exportações de básicos aumentaram 36%, as de semimanufaturados, 5,6%, e as de manufaturados, 4,6%.

A média diária de importações até a terceira semana de março caiu 1,4% em relação a março de 2013, para US$ 944,8 milhões.

Caíram as compras de adubos e fertilizantes (-44,3%), combustíveis e lubrificantes (-12,9%), instrumentos de ótica/precisão (-3,1%), equipamentos mecânicos (-1,2%) e borracha e obras (-0,2%). Em relação a fevereiro de 2014, as importações aumentaram 4,6%.