Mantega: é prudente tomarmos medidas preventivas contra crise

"Não vamos esperar o pior acontecer" defendeu o ministro

São Paulo – – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta sexta-feira ser prudente o Brasil tomar medidas preventivas para enfrentar a crise externa.

“É prudente que tomemos medidas preventivas. Não vamos esperar o pior acontecer”, disse ele em evento em São Paulo.

Ele afirmou ainda esperar um longo período de baixo crescimento nos países desenvolvidos, e que não descarta recessão, mas mostrou algum otimismo com a situação na Europa.

“Eu sou otimista e acredito que a Europa tem condições de reagir a esse agravamento da crise que está se configurando e evitar um default nos países mais fracos da cadeia da União Europeia.”