Mais de um milhão de desempregados na Grécia em novembro

A taxa de desemprego atingiu o recorde para o país de 20,9% naquele mês

Atenas – O número de um milhão de desempregados, em 11 milhões de habitantes, foi superado na Grécia em novembro, quando a taxa de desemprego atingiu o recorde para o país de 20,9%, devido à austeridade e à recessão, indicou nesta quinta-feira a Autoridade de Estatísticas da Grécia (ASE).

O número de pessoas sem trabalho chegou a 1,02 milhão, uma alta de 48,7% em um ano e de 14% em relação a outubro, disse a ASE em um comunicado. O forte aumento do desemprego, que alcançou um nível sem precedentes desde a entrada na Eurozona, em 2000, começou no início de 2010 com a crise financeira do país e com o posterior plano de austeridade. A Grécia começou seu quinto ano consecutivo em recessão.

A região de Atenas, a mais povoada do país, é uma das mais afetadas com uma taxa de desemprego que chegou a 21,1% em novembro, contra 13,9% um ano antes.