Maduro contraria Opep e diz que país elevou produção em janeiro

Nesta semana, o cartel publicou relatório mensal no qual mostra que a produção de janeiro da Venezuela caiu 47,3 mil barris por dia

São Paulo – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta quinta-feira que o país elevou a produção de petróleo em 250 mil barris por dia (bpd) no começo de 2018, para 1,8 milhão, contrariando os números da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Nesta semana, o cartel publicou relatório mensal no qual mostra que a produção de janeiro da Venezuela caiu 47,3 mil barris por dia, para 1,6 milhão de bpd.

Em coletiva de imprensa, Maduro elogiou o acordo firmado em 2016 entre a Opep e países de fora do cartel para reduzir a produção de petróleo e equilibrar os preços da commodity, segundo o jornal Correo del Orinoco.

Maduro ainda aproveitou a coletiva para responder às ameaças dos Estados Unidos de impor um embargo petroleiro à Venezuela, dizendo que isso “custaria a carreira política de Donald Trump”.

“O embargo anunciado pela imprensa americana e sugerido pelo secretário de Estado, Rex Tillerson, é uma medida ilegal contra o Direito Internacional e inconveniente aos interesses dos Estados Unidos e da Venezuela”, afirmou Maduro.