Lucro da Siemens sobe a 1,15 bi de euros no 3º tri

Resultado representa um avanço de 20% na comparação com igual período do ano passado

Munique – O conglomerado industrial alemão Siemens registrou lucro líquido de 1,15 bilhão de euros (US$ 1,25 bilhão) no quarto trimestre fiscal.

O resultado representa um avanço de 20% na comparação com igual período do ano passado, quando o lucro foi de 959 milhões de euros, impulsionado por um crescimento subjacente forte na maioria de suas divisões de negócios.

Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam lucro líquido de 1,26 bilhão de euros. A receita da empresa subiu 3% na mesma comparação anual, para 21,95 bilhões de euros, impulsionado por um avanço forte na divisão de energia e gás. Perto das 8h (de Brasília), a ação da Siemens subia 4,07%.

O avanço da receita nesse setor foi em parte resultado de um acordo de geração de energia de 8 bilhões de euros com o Egito, informou a empresa.

As novas encomendas, porém, recuaram 14% na comparação anual, para 20,33 bilhões de euros, como resultado de um volume menor de grandes encomendas nas unidades de energia e gás e de energia eólica.

A Siemens apresentou também a diretriz para o ano fiscal de 2017. A companhia disse esperar uma margem de lucro para sua unidade industrial em uma faixa de entre 10,5% e 11,5%, comparado com 10,8% no ano fiscal de 2016.

A companhia também prevê que o lucro básico por ação fique na faixa entre 6,8 e 7,2 euros em 2017, de 6,74 euros no ano passado.

A companhia propôs um dividendo de 3,6 euros por ação para o ano fiscal de 2016, acima dos 3,5 euros por ação do ano fiscal anterior.