Lucro da indústria chinesa sofre primeira queda em três anos

A indústria chinesa pode ter sido afetada pela guerra comercial contra os Estados Unidos em que a China estava envolvida

Pequim, China — Os lucros das principais empresas industriais chinesas caíram 1,8% anualizado em novembro, o que representa o primeiro registro negativo neste índice desde dezembro de 2015, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pelo Escritório Nacional de Estatísticas.

Os lucros chegaram a 594,8 bilhões de iuanes (US$ 86,2 bilhões) em novembro, algo que também representa uma baixa em relação a 3,6% de crescimento registrado em outubro.

Trata-se de dados muito abaixo das previsões da maioria dos analistas e foram registrados em um período de disputas comerciais entre China e Estados Unidos, já que foi somente no começo de dezembro que Donald Trump e Xi Jinping fizeram um acordo, durante a cúpula do G20 na Argentina, de deter temporariamente a guerra comercial que mantêm há meses.

Para a compilação deste indicador, o escritório só leva em conta aquelas indústrias com receita anual superior a 20 milhões de iuanes (US$ 2,9 milhões).

O estatístico He Ping atribuiu a queda de novembro à “desaceleração da produção industrial e das vendas, e ao aumento dos custos”.