Líbia tem 100% de crescimento em 2012, diz FMI

"O crescimento econômico em 2012 superou 100%, refletindo a forte recuperação de seu colapso durante a revolução", disse o chefe da equipe do FMI, Ralph Chami

Trípoli – A economia da Líbia cresceu mais de 100% em 2012 com o retorno da produção de petróleo após paralisação durante a revolução de 2011, disse o Fundo Monetário Internacional na quinta-feira.

“O crescimento econômico em 2012 superou 100%, refletindo a forte recuperação de seu colapso durante a revolução” que derrubou Muamar Kadhafi, disse o chefe da equipe do FMI, Ralph Chami, após uma missão à Líbia de 2 de fevereiro a 7 de março.

O banco central da Líbia havia dito em um relatório desta semana que o crescimento caiu a menos 61% em 2011, se comparado ao crescimento de 3% do ano anterior, por causa de uma queda de 72% nas receitas petrolíferas.

As receitas de petróleo e gás correspondem a mais de 80% do PIB do país do norte da África e mais de 97% de suas exportações.

“Os últimos indicadores apontam para uma restauração da produção de hidrocarbonetos no final deste ano e uma recuperação total do crescimento nos demais setores em 2014”, disse Chami em um comunicado enviado à AFP.

A inflação, que subiu a quase 16% em 2011, “caiu a 6% em 2012 e um declínio ainda maior é esperado para este ano”, disse Chami.

Ele informou que a suspensão da maioria das sanções da ONU ao governo de Kadhafi, incluindo congelamento de ativos, permitiu que o banco central “oferecesse liquidez aos bancos e ajudasse a normalizar as operações comerciais bancárias”.