Levy recebe integrantes da agência de risco Fitch esta manhã

No início de março, Levy recebeu representantes da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) para expor as medidas econômicas implementadas

Brasília – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, está reunido, neste momento, eu seu gabinete, com técnicos da agência de classificação de risco Fitch. Os técnicos visitam o Ministério da Fazenda para obter  detalhes das políticas econômica e fiscal do governo.

Estão previstas hoje, de acordo com agendas distribuídas pelo Ministério da Fazenda, reuniões dos funcionários da Fitch com o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Barbosa Saintive, e com o secretário de Política Econômica, Afonso Arinos Mello de Franco Neto. A Fitch é a segunda agência de classificação de risco a visitar o Ministério da Fazenda este mês.

No início de março, Levy recebeu representantes da agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) para expor as medidas econômicas implementadas com o objetivo de garantir sustentabilidade fiscal de médio prazo e a estabilidade monetária.

“[As medidas implementadas] são fatores relevantes para a manutenção da confiança dos investidores na economia, condição essencial para o crescimento sustentável e [para] a manutenção dos ganhos sociais conquistados”, destacou o ministro Levy na ocasião.

As maiores agências de classificação de risco são a Moody’s, a Fitch e a Standard & Poor’s. A classificação de risco, ou rating, na tradução em inglês, é a nota dada por instituições especializadas em análise de crédito a países e empresas. As agências avaliam a capacidade e a disposição do emissor de um título em honrar, pontual e integralmente, os pagamentos de dívidas. O rating é um indicador relevante para os investidores: fornece opinião a respeito do risco de crédito da dívida do país e da empresa.

A evolução na política fiscal tem atraído a atenção de bancos de investimentos e agências de classificação de risco. Ontem, integrantes do banco de investimentos Goldman Sachs estiveram no Ministério da Fazenda.

Nesta quarta-feira, é aguardada a visita de representantes de outro banco, o Morgan Stanley.

Também hoje o subsecretário do Tesouro para Assuntos Internacionais dos Estados Unidos, Nathan Sheets, visita o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e integrantes da equipe econômica.