Levy não responde se permanece no cargo após rebaixamento

Para o ministro, a decisão da Fitch indica que nem tudo que precisa ser feito "está sendo feito no passo necessário"

São Paulo – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, permaneceu em silêncio ao ser questionado por jornalistas nesta quarta-feira se permanecerá no cargo, minutos após a agência de risco Fitch ter rebaixado o rating do Brasil para “BB+”, tirando do país o selo de bom pagador.

Sobre a perda do chamado grau de investimento, Levy disse que isso é sério. Para o ministro, a decisão da Fitch indica que nem tudo que precisa ser feito “está sendo feito no passo necessário”.

Mais informações em instantes.