Levy diz que terá conversas com governadores sobre o ajuste

As conversas individuais com os governadores têm o intuito de colher propostas e solicitações para o avanço do ajuste fiscal

Natal – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou nesta sexta-feira, 08, para o III Encontro de Governadores do Nordeste e disse que vai começar na semana que vem conversas individuais com os governadores para tentar ouvir deles as propostas e solicitações de forma a dar encaminhamento ao ajuste fiscal.

Para Levy, o ajuste fiscal vai, num horizonte maior, destravar investimentos no País e, em especial, para a Região Nordeste. “Vamos começar conversas com os governadores na semana que vem e dar encaminhamento ao ajuste fiscal”, disse Levy.

O ministro chegou ao evento com duas horas e meia de atraso e só conseguiu chegar a Natal por volta da 1 h da manhã desta sexta-feira. Levy disse que tem trabalhado muito para aprovar as medidas de ajuste fiscal no Congresso.

“Temos que trabalhar para destravar e continuar a dar crescimento aos investimentos. O ajuste fiscal é extremamente essencial para botar a casa em ordem”, afirmou o ministro.

O ministro voltou a dizer que o ajuste vai manter os programas fundamentais para a estabilidade do País e a manutenção do emprego. Ainda de acordo com ele, durante muitos anos o Brasil adotou medidas na contramão do mundo, que passava por dificuldades, para que o País não fosse afetado pela crise.

Mas agora, disse, o mundo mudou e as medidas propostas são compatíveis com um ajuste fiscal que garante geração de empregos e investimentos em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.