Leilão de Confins e do Galeão será em novembro

Governo também terá que explicar por que restringiu a participação das atuais operadoras de aeroportos privados no leilão

Goiânia – O leilão dos aeroportos internacionais de Confins, em Belo Horizonte, e do Galeão, no Rio de Janeiro, só deve ocorrer na primeira semana de novembro, e não mais no dia 31 de outubro, como estava previsto anteriormente.

“Dentro do cronograma inicial, a expectativa era que o TCU [Tribunal de Contas da União] desse o parecer em 30 dias, ele deu 11 dias depois, o que não é propriamente um atraso”, disse hoje (18) o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.

Segundo ele, as explicações técnicas pedidas pelo TCU estão sendo providenciadas pelo governo, e o edital da licitação deve ser publicado pelo governo nas próximas semanas.

Na última quarta-feira (11), o TCU aprovou, com ressalvas, os estudos para licitação dos dois aeroportos. A relatora do processo, ministra Ana Lúcia Arraes, determinou que sejam incluídos no edital os fundamentos legais e técnicos da exigência de que o consórcio tenha participação de empresa com experiência em operação de terminais com no mínimo 35 milhões de passageiros.

O governo também terá que explicar por que restringiu a participação das atuais operadoras de aeroportos privados no leilão.

O ministro Moreira Franco participou hoje da assinatura da ordem de serviço para a retomada das obras no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, que estavam paralisadas há sete anos.