Kassab evita comentar uso de Fundo de Telecom para subsidiar diesel

Medida Provisória realocou um total de R$ 9,58 bilhões do Orçamento da União com o objetivo de subsidiar a redução em R$ 0,46 por litro no preço do diesel

São Paulo – O Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações, Gilberto Kassab, evitou comentar em detalhes o redirecionamento de recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) para subsidiar a redução do preço do diesel. “São decisões de governo”, disse Kassab, em breve entrevista à imprensa.

A Medida Provisória 839 realocou um total de R$ 9,58 bilhões do Orçamento da União com o objetivo de subsidiar a redução em R$ 0,46 por litro no preço do diesel, conforme acordo firmado pelo governo para tentar cessar a greve dos caminhoneiros.

Nesse contexto, o Fust terá de ceder R$ 777,126 milhões que já estavam contingenciados.

O ministro participou nesta terça-feira, 5, de um evento com provedores regionais de internet e lamentou que ainda não exista uma linha de crédito específica para o setor desenvolver a banda larga no interior do país.

Segundo Kassab, essa demanda já foi apresentada ao novo presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, que ainda irá discutir o tema junto à assessoria técnica do banco de fomento.