Juros, crédito e inflação afetam consumo das famílias

Na comparação com o primeiro trimestre de 2014, o recuo foi de 0,9%, o maior desde o segundo trimestre de 2003

Rio de Janeiro – A queda no consumo das famílias no primeiro trimestre de 2015 foi influenciada pelo aumento de juros, pelo crédito mais caro e menos acessível, pela aceleração da inflação e pela deterioração no mercado de trabalho, afirmou nesta sexta-feira, 29, Rebeca Palis, coordenadora de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2014, o recuo foi de 0,9%, o maior desde o segundo trimestre de 2003.

“Houve aumento de juros, crédito para pessoas físicas está mais caro e menos acessível, a inflação deu uma acelerada e o emprego e a renda também desaceleraram”, afirmou Rebeca. “É um efeito conjunto”, acrescentou.