JBS espera margens melhores e redução de endividamento em 2017

Nível de endividamento da JBS atingiu o pico e deve cair gradualmente a partir deste trimestre com ajuda de uma esperada geração de caixa maior

São Paulo – A companhia brasileira de alimentos JBS espera elevação de margens de lucro e redução no nível de endividamento a partir do final deste ano e ao longo de 2017, impulsionada por cenários melhores para carne bovina no Brasil e Estados Unidos, bem como um panorama mais favorável para aos grãos que compõem a ração dos animais.

Segundo o presidente-executivo da JBS, Wesley Batista, o nível de endividamento da JBS atingiu o pico e deve cair gradualmente a partir deste trimestre com ajuda de uma esperada geração de caixa maior.

A empresa encerrou setembro com relação dívida líquida sobre Ebitda de 4,32 vezes ante 2,55 vezes no mesmo período de 2015. Batista afirmou que a JBS espera terminar 2017 com alavancagem no patamar de 3 vezes.