Japão mantém previsões de crescimento do PIB em 2017

Governo japonês também previu um aumento de 1,1 por cento nos preços ao consumidor neste ano fiscal e de 1,3 por cento para o ano fiscal de 2018

Tóquio – O governo do Japão elevou nesta sexta-feira suas previsões de crescimento para o consumo privado, despesas de capital e investimento em habitação para o atual exercício fiscal conforme a demanda interna ganha força.

O governo manteve sua previsão geral para o crescimento do Produto Interno Bruto no ano fiscal de 2017, que começou em abril, devido a uma queda esperada em inventários e a um crescimento ligeiramente menor nas despesas fiscais.

O governo também previu um aumento de 1,1 por cento nos preços ao consumidor neste ano fiscal e de 1,3 por cento para o ano fiscal de 2018, destacando um desenvolvimento muito lento na pressão inflacionária.

As previsões, que o gabinete do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, usará para compilar o orçamento do próximo ano fiscal, mostram que a economia provavelmente continuará a se expandir de maneira confortável, a menos que haja um grande choque externo repentino.

A expectativa é que o consumo aumente 0,9 por cento no ano fiscal de 2017, acima da previsão anterior de 0,8 por cento divulgada em janeiro.

O investimento em habitação, por sua vez, deve crescer 0,8 por cento neste ano fiscal, bem acima da estimativa anterior de 0,1 por cento.

O governo também espera que as despesas de capital subam 3,6 por cento no ano fiscal de 2017, acima da estimativa anterior de um avanço de 3,4 por cento.