Japão defende negócio com os EUA antes de reunião com Trump

Segundoo primeiro-ministro do país, "a grande maioria" dos carros japoneses que correm nas estradas americanas são fabricadas nos EUA

Washington – O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, defendeu, na manhã de hoje, os negócios japoneses nos Estados Unidos que, segundo ele, mantêm 840 mil empregos em território americano.

Abe falou na Câmara do Comércio dos EUA nesta sexta-feira, antes de se reunir com o presidente americano, Donald Trump.

Segundo Abe, “a grande maioria” dos carros japoneses que correm nas estradas americanas são fabricadas nos EUA por trabalhadores americanos.

Pouco antes de tomar posse, Trump criticou a Toyota em seu perfil no Twitter, por planejar a construção de uma fábrica no México; além disso, o republicano se queixou de que os consumidores japoneses não compram carros americanos o suficiente.

Segundo Abe, é uma honra se encontrar com Trump menos de um mês após sua posse – o que mostra a “aliança inabalável” entre os dois países. Fonte: Associated Press.