Itaú Unibanco reduz projeção para IPCA de 2017, de 3,3% para 3,2%

Além disso, a instituição financeira reafirmou sua projeção de que a Selic termina 2017 a 7,0% ao ano e chega ao fim de 2018 a um nível de 6,5% ao ano

São Paulo – O Itaú Unibanco revisou levemente para baixo a sua previsão para a taxa de inflação medida pelo IPCA para 2017, de 3,3% para 3,2%, mostra relatório distribuído nesta quinta-feira, 23, a jornalistas. Para 2018, a expectativa permanece em 3,8%.

Além disso, a instituição financeira reafirmou sua projeção de que a Selic termina 2017 a 7,0% ao ano e chega ao fim de 2018 a um nível de 6,5% ao ano.

O banco também manteve suas estimativas para o PIB, com crescimento de 0,8% em 2017 e de 3,0% para o ano que vem, e para o câmbio, de R$ 3,25 no fim de 2017 e de R$ 3,50 no fim de 2018.

A expectativa para o déficit primário segue em 2,3% do PIB este ano e em 2,1% para o ano que vem. As previsões para a taxa de desemprego são de 12,5% no fim de 2017 e de 11,8% para o término de 2018.