Itália entra em recessão no quarto trimestre de 2011

O retrocesso de 0,7% do PIB no período foi superior ao previsto pelos economistas, que apostavam em uma queda de 0,4%

Roma – A Itália entrou oficialmente em recessão com a contração de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre de 2011 na comparação com o trimestre anterior, revelou o Instituto Nacional de Estatística (Istat).

O PIB italiano já havia recuado 0,2% de julho a setembro de 2011 com relação ao trimestre anterior.

Comparados com dados anualizados, o PIB italiano desceu 0,5% no quarto trimestre de 2011 com respeito ao mesmo período do ano anterior.

Desta maneira, a Itália volta a entrar em recessão, depois que o período de declínio terminasse no segundo trimestre de 2009.

Conforme o Istat, o crescimento do PIB em 2011 foi de 0,4% com relação ao 1,4% que havia registrado em 2010.

As previsões do Istat para 2012 indicam que se não ocorrer nenhuma variação conjuntural, o PIB se contrairá 0,6%. As estimativas do Governo eram de contração em 2012 de 0,4 %.

O boletim econômico relativo aos dados de dezembro de 2011 do Banco da Itália divulgado nesta quarta-feira informou que a dívida italiana no ano cresceu 2,98%.