Itália diz que rejeição de Orçamento pela UE não surpreende

O vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio afirmou que este é o primeiro orçamento italiano que foi escrito em Roma e não em Bruxelas

São Paulo – O vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio disse nesta terça-feira que a rejeição sem precedentes do Orçamento da Itália pela Comissão Europeia era totalmente esperada e pediu que os executivos da União Europeia tenham “respeito” pelos italianos e seu governo.

“Este é o primeiro orçamento da Itália que a UE não gosta. Não estou surpreso. Este é o primeiro orçamento italiano que foi escrito em Roma e não em Bruxelas”, disse Di Maio no Facebook.

Separadamente, um porta-voz do ministério da Economia em Roma defendeu o orçamento expansionista do governo e disse que a Itália está firme em sua posição e que o único caminho para cortar a dívida pública é estimulando o crescimento econômico.