Israel autoriza construção de centro em Jerusalém Oriental

O projeto prevê a construção de um complexo turístico de 5.000 metros quadrados

Jerusalém – O município israelense de Jerusalém autorizou a construção de um centro turístico em um vasto parque arqueológico com temática bíblica em Silwan, bairro árabe de Jerusalém Oriental (anexada), anunciou o ministério do Interior.

O projeto prevê a construção de um complexo turístico de 5.000 metros quadrados, com salas de exposição de vestígios arqueológicos, salas de conferência e loja de produtos de recordação.

No local, onde foram encontrados nos últimos anos vestígios arqueológicos da época do Segundo Templo judeu de Jerusalém, assim como da época romana e bizantina, serão organizadas visitas guiadas.

A área, batizada de “Cidade de Davi”, fica ao sul do muro da Cidade Antiga de Jerusalém e era utilizada antes como estacionamento.

As obras permitirão receber mais de 1,5 milhão de visitantes por ano, segundo o ministério.

O projeto foi estimulado pela organização nacionalista Elad, que temo como objetivo declarado reforçar a presença judaica nos bairros árabes de Jerusalém Oriental.

Silwan, onde vivem mais 40.000 palestinos, é cenário frequente de distúrbios entre moradores palestinos e colonos judeus.