Irã deve firmar acordo de US$ 6 bi com petroleiras

A Total e a CNPC já firmaram acordos anos atrás para desenvolver o projeto, porém as sanções forçaram a retirada das empresas do negócio

Teerã – O Irã deve firmar acordo preliminar com a francesa Total para desenvolver um campo de gás offshore, no primeiro contrato do tipo fechado pelo país com uma empresa estrangeira, afirmou uma autoridade do Ministério do Petróleo de Teerã nesta segunda-feira.

O acordo com a gigante francesa é um passo importante para o retorno das companhias ocidentais aos grandes campos do país. Em janeiro, um acordo com potências sobre o programa nuclear iraniano livrou o país de sanções.

O acordo para desenvolver o grande campo de gás South Pars também incluirá a China National Petroleum Corporation (CNPC) e a estatal iraniana Petropars e representará um investimento de US$ 6 bilhões, afirmou um assessor de imprensa do Ministério do Petróleo. Representantes da Total, da CNPC e da Petropars ainda não comentaram o caso.

A Total e a CNPC já firmaram acordos anos atrás para desenvolver o projeto, porém as sanções forçaram a retirada das empresas do negócio.

O acordo é fechado em uma nova estrutura, que prevê mais flexibilidade na recuperação dos custos e um maior envolvimento em projetos que em iniciativas anteriores. O funcionário disse que as parceiras devem levar seis meses para concluir o negócio.

O campo South Pars, compartilhado por Irã e Catar no Golfo Pérsico, contém 14 trilhões de metros cúbicos de gás, ou 8% das reservas mundiais conhecidas. Fonte: Dow Jones Newswires.