Ipea prevê alta moderada do PIB no 4º trimestre

As estimativas apontam que o PIB brasileiro termine o ano entre 2,8% e 3%

Rio – A economia brasileira deve apresentar um crescimento moderado no quarto trimestre do ano, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), graças a uma recuperação da atividade em novembro. Em 2011, a expansão no Produto Interno Bruto (PIB) deve ficar em torno de 3%, dificilmente acima desse patamar, informou o instituto, que divulgou hoje a última Carta de Conjuntura do ano, em que analisa a atividade econômica no País.

“No quarto trimestre, a economia vai apresentar algum crescimento, mas moderado, por ter começado mal em outubro”, avaliou Leonardo Carvalho, pesquisador do Ipea. “Mas alguns dados já mostram uma recuperação de setores em novembro, como o varejo. Houve aumento no licenciamento de automóveis novos. E, na produção industrial, indicadores antecedentes também mostram uma retomada”, contou.

Carvalho estima que o PIB brasileiro termine o ano entre 2,8% e 3%. “Se a gente crescer 0% no quarto trimestre, o PIB fecha o ano em 2,8%. Se o crescimento for 0,5%, o PIB cresce 3%”, calculou o pesquisador.

Já o coordenador do Grupo de Análise e Previsões do Ipea, Roberto Messenberg, está mais otimista para o PIB no último trimestre do ano. “O resultado do PIB no quarto trimestre deve ficar entre 0,5% e 1%”.