IPCA sobe mais que o esperado e acumula alta de 6,75%

Em 12 meses até setembro, o IPCA acumulou 6,75 por cento, contra 6,51 por cento em agosto e bem acima do teto da meta do governo de 4,5 por cento

Rio de Janeiro – O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou 0,57 por cento em setembro, frente à alta de 0,25 por cento no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

Com isso, em 12 meses até setembro, o IPCA acumulou 6,75 por cento, contra 6,51 por cento em agosto e bem acima do teto da meta do governo de 4,5 por cento, com margem de 2 percentuais para mais ou menos.

Pesquisa da Reuters mostrou que analistas esperavam alta de 0,47 por cento no mês passado, segundo a mediana de 29 projeções que variaram de 0,40 a 0,50 por cento.

Para o acumulado em 12 meses, a expectativa era de avanço de 6,64 por cento na mediana de 27 estimativas que, neste caso, foram de 6,57 a 6,67 por cento.