IPC-S desacelera em três capitais em julho, diz a FGV

No geral, a desaceleração do IPC-S perdeu força, ao passar de uma alta de 0,16% para expansão de 0,10% entre os dois períodos

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou em três das sete capitais pesquisadas na quarta quadrissemana de julho em relação à terceira leitura do mês, divulgou a instituição, nesta segunda-feira, 04.

No geral, a desaceleração do IPC-S perdeu força, ao passar de uma alta de 0,16% para expansão de 0,10% entre os dois períodos.

Por região, o IPC-S apresentou decréscimo na taxa de variação de preços em Salvador (de -0,16% para -0,54%), no Recife (de 0,24% para 0,15%) e em São Paulo (de 0,37% para 0,22%).

Por outro lado, o IPC-S acelerou em Brasília (de 0,19% para 0,23%), Belo Horizonte (de 0,10% para 0,16%), no Rio de Janeiro (de 0,35% para 0,36%) e em Porto Alegre (com o abrandamento do ritmo de deflação de -0,20% para -0,09%).