IPC-Fipe acumula alta de 5,17% em 2011

A taxa é inferior à observada no mesmo período de 2010, quando o Índice de Preços ao Consumidor havia registrado variação positiva de 5,83%

A inflação na capital paulista apresenta alta acumulada de 5,17% nos primeiros 11 meses de 2011, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). A taxa é inferior à observada no mesmo período de 2010, quando o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) havia registrado variação positiva de 5,83%. No acumulado do ano até outubro, a taxa estava em 4 54%.

Já nos 12 meses encerrados em novembro de 2011, o IPC alcançou a marca de 5,73%, abaixo dos 5,85% do período de 12 meses terminado em outubro deste ano.

Hoje, mais cedo, a Fipe informou que a inflação na cidade de São Paulo acelerou para 0,60% em novembro, ante 0,39% em outubro. A taxa efetiva do mês passado foi a mesma da mediana encontrada em levantamento feito pelo AE Projeções. O intervalo das estimativas dos economistas ia de 0,50% a 0,64%.

Entre os grupos pesquisados pela Fipe, Despesas Pessoais e Saúde são os maiores destaques de 2011, com altas acumuladas entre janeiro e novembro de 7,02% e 7,04%, respectivamente. As taxas estão bem acima da inflação geral do período. Os grupos Transporte (6,79%) e Educação (6,68%) aparecem em seguida.

Já Habitação acumula valorização de 4,45%, enquanto Vestuário tem elevação acumulada de 4,35% no ano. O grupo Alimentação tem aumento acumulado entre janeiro e novembro de 3,53%.