IPC-Fipe acelera alta na 2ª leitura de dezembro

A aceleração da alta nos preços ocorreu em praticamente todas as categorias pesquisadas

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou uma alta de 0,50% na segunda quadrissemana de dezembro.

O número representa uma alta em relação a primeira leitura de dezembro, quando apresentou um avanço de 0,45%. Na segunda medição de novembro, o índice havia marcado alta de 0,55%.

O resultado apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) ficou dentro do intervalo das previsões pesquisadas pelo AE Projeções, que apontavam que o índice poderia ficar entre 0,42% e 0,60%, com mediana de 0,47%.

A aceleração da alta nos preços ocorreu em praticamente todas as categorias pesquisadas. Em Habitação o IPC subiu para 0,56% na segunda quadrissemana de dezembro, de 0,50% na primeira leitura, assim como em Transporte o índice avançou para 0,63%, de 0,43%, e em Despesas Pessoais subiu para 0,66%, de 0,61%.

Em Saúde, a inflação acelerou para 0,59% na segunda leitura de dezembro, de 0,49% na primeira medição do mês, e em Vestuário ganhou força para 0,30%, de 0,26%.

Educação e Alimentos foram as únicas categorias a mostrarem desaceleração na inflação. A alta nos preços em Educação perdeu força para 0,11% na segunda medição de dezembro, ante 0,12% na primeira leitura, e em Alimentos a alta recuou para 0,31%, de 0,38%. Veja como ficaram os itens que compõem o IPC na segunda leitura do mês de dezembro.