IPC-DI acumula alta de 5,52% no ano

Apenas em novembro, o Índice de Preços ao Consumidor subiu 0,53%, acima da taxa de 0,26% registrada em outubro

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acumula altas de 5,52% no ano e de 6,28% nos últimos 12 meses até novembro, no âmbito do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). A informação foi divulgada há pouco pela Fundação Getúlio Vargas.

Apenas em novembro, o IPC subiu 0,53%, acima da taxa de 0,26% registrada em outubro. No período, seis das sete classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação de preços. O destaque ficou para Alimentação, que passou de estabilidade (0,00%) para 0,78%, na mesma base de comparação. Neste grupo, os destaques partiram dos itens: hortaliças e legumes (-3,84% para 0,05%); frutas (-0,68% para 2,20%) e carnes bovinas (1,15% para 3,20%), ainda em base mensal.

Entre as demais classes de despesa, também apresentaram avanço os grupos: Transportes (-0,10% para 0,08%); Despesas Diversas (0,15% para 0,41%); Saúde e Cuidados Pessoais (0,39% para 0,43%); Vestuário (0,76% para 0,87%); e Educação, Leitura e Recreação (0,30% para 0,39%).

Em contrapartida, o grupo Habitação foi a único a apresentar decréscimo em sua taxa de variação, em novembro ante outubro, passando de 0,53% para 0,52%. Nesta classe de despesa, o principal responsável pela redução foi o item taxa de água e esgoto residencial (de 1,04% para 0,00%).

O núcleo do IPC-DI, por sua vez, registrou variação positiva de 0,46% em novembro, ante taxa de 0,43% em novembro.