Consumo no interior do Brasil é maior que PIB do Chile

De cada 10 reais gastos no Brasil, 4 já são fora das capitais e regiões metropolitanas - o equivalente a R$ 827 bilhões por ano

São Paulo – O interior ganha força: é lá que já ocorre 38% do consumo do Brasil, ou o equivalente a R$ 827 bilhões – mais do que o PIB de países como Chile, Dinamarca e Portugal.

Os dados são de uma pesquisa inédita do Sebrae, feita em parceria com o Instituto Data Popular e divulgada ontem.

O interior do país é formado por 4.619 municípios que reúnem 49% da população brasileira.

Estes 94,3 milhões de pessoas vivem principalmente em áreas urbanas (74%) e 77% ganham até dois salários mínimos.

A renda média é menor do que nas regiões metropolitanas, mas o consumo está sendo favorecido por outros fatores, como a urbanização. Renato Meirelles, presidente do Instituto Data Popular, destaca que 63% dos beneficiários do Bolsa Família vivem no interior.

Veja os 6 principais destinos do consumo no interior:

Consumo no interior R$ (bilhões)
Reforma na casa 265
Alimentação em casa 118
Medicamentos 61
Material de construção 53
Alimentação fora de casa 52
Veículo próprio 51

73% dos municípios do interior têm menos de 20 mil habitantes e os consumidores destas regiões definem suas compras mais com base no preço e qualidade do que na marca. Estas são boas notícias para empresas menores e favorecem novos negócios, de acordo com Luiz Barretto, presidente do Sebrae.

Agora veja o que pretendem comprar os moradores do interior este ano:

O que pretendem adquirir Habitantes (milhões)
Móveis 23,2
TV 17,4
Viagem nacional de avião 11,8
Moto 8,8
Tablet 5,1
Viagem internacional de avião 4,1