Intenção de consumo das famílias paulistanas cai em março

Para Fecomercio, fator que mais contribuiu para reduzir intenção de compra foi o fim do período de promoções de eletrodomésticos, eletrônicos e móveis

São Paulo – O índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) na capital paulista, medido pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FecomercioSP), caiu 5,2% em março passado, em comparação com o mesmo mês de 2013. O índice registrou no mês passado 122,9 pontos, 2% menos do que o verificado em fevereiro. O ICF é elaborado a partir de uma pesquisa mensal com 2,2 mil consumidores.

Um dos fatores que mais contribuíram para reduzir a intenção de compra em março na comparação com fevereiro foi, segundo a Fecomercio, o fim do período de promoções de eletrodomésticos, eletrônicos e móveis do começo do ano. Em relação à queda no comparativo com o ano passado, a entidade avalia que há um impacto significativo da inflação nos orçamentos familiares.

A pesquisa indicou ainda que aumentou o pessimismo dos paulistanos em relação ao emprego atual e às perspectivas profissionais. ”Nos próximos meses, a expectativa da federação, ante um cenário complicado devido à pressão de preços e de juros em alta, a tendência para o ICF é negativa”, destaca o comunicado da entidade.