Inflação no Reino Unido acelera para o maior nível desde 2012

Inflação britânica anual está bem acima da meta do Banco da Inglaterra, que é de taxa de 2%

Londres – O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Reino Unido subiu 3,1% em novembro ante igual mês do ano passado, ganhando força em relação ao aumento anual de 3% verificado em outubro, segundo dados publicados hoje pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

O resultado, o mais alto desde março de 2012, ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam repetição da variação de outubro.

A inflação britânica anual está bem acima da meta do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), que é de taxa de 2%.

Na comparação mensal, o CPI do Reino Unido aumentou 0,3% em novembro, também acima da projeção do mercado, que era de ganho de 0,2%.

O núcleo do CPI, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, avançou 0,3% em novembro ante o mês anterior e registrou acréscimo anual de 2,7%.

Já o índice de preços ao produtor (PPI) “output” – que mede os preços na porta das fábricas – do Reino Unido subiu 0,3% em novembro ante outubro e teve expansão anual de 3%.