Inflação medida pelo IGP-DI diminui em março

Índice fechou em alta de 0,61%, abaixo do nível apresentado em fevereiro

Rio de Janeiro – A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), da Fundação Getulio Vargas (FGV), diminuiu em março deste ano, ao variar 0,61%, abaixo da taxa de 0,96% do mês anterior. A redução foi puxada apenas pelos preços no atacado, já que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) foi o único subíndice do IGP-DI que diminuiu no período, de 1,23% para 0,60%.

O resultado do IPA foi influenciado por um aumento menor nos preços de produtos como materiais e componentes para a manufatura (cuja taxa passou de 1,14% em fevereiro para 0,62% em março) e de matérias-primas como milho em grão (de 7,70% para 0,24%) e algodão em caroço (de 14,21% para 3,82%).

Já os subíndices de Preços ao Consumidor (IPC) e de Custo da Construção (INCC) frearam a redução do IGP-DI. No caso do IPC, a inflação subiu para 0,71% em março ante 0,49%. O INCC também teve alta, já que a taxa passou de 0,28% em fevereiro para 0,43% em março.