Inflação do aluguel avança 0,75% na 1ª prévia de janeiro, diz FGV

Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou no período avanço de 1,03 por cento, contra 0,96 por cento no mês anterior

São Paulo – O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou alta de 0,75 por cento na primeira prévia de janeiro, após subir 0,73 por cento no mesmo período do mês anterior, com os preços de alimentos no varejo voltando a subir.

Os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostraram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou no período avanço de 1,03 por cento, contra 0,96 por cento no mês anterior. O IPA mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral.

No IPA, os produtos agropecuários aceleram a alta a 0,63 por cento ante 0,51 por cento em dezembro, enquanto os industriais tiveram avanço de 1,16 por cento no período, contra 1,11 por cento anteriormente.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30 por cento no índice geral, repetiu na primeira leitura de janeiro a taxa de 0,30 por cento vista no mesmo período dedezembro.

A principal contribuição para o resultado do IPC partiu do grupo Alimentação, cujos preços subiram 0,44 por cento na primeira leitura deste mês depois de terem caído 0,17 por cento no mesmo período de janeiro. O destaque ficou para o item hortaliças e legumes, que subiram 5,05 por cento.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu na primeira prévia de janeiro 0,14 por cento, contra alta de 0,30 por cento no período anterior.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.