Inflação de supermercados recua para 0,43% em janeiro

No período de 12 meses, até janeiro, o IPS teve alta de 5,5%, abaixo do registrado no mesmo período em janeiro de 2011

São Paulo – Os preços nos supermercados paulistas subiram, em média, 0,43% em janeiro em relação a dezembro, segundo o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Em dezembro ante o mês anterior, a elevação foi de 1,34%. No período de 12 meses, até janeiro, o IPS teve alta de 5,5%, abaixo do registrado no mesmo período em janeiro de 2011 (7,62%).

O grupo que apresentou maior alta nos preços em janeiro foi o de produtos in natura, com inflação de 3,31%. De acordo com a APAS, os preços dos hortifrutigranjeiros vêm sofrendo o impacto de fatores climáticos, como a estiagem no Sul do País e as chuvas na Região Sudeste. No período, também tiveram aumento os semielaborados – carnes, cereais e leite – (0,26%), alimentos industrializados (0,06%), bebidas alcoólicas (1,67%) e produtos de limpeza (0,5%).

Entre os itens cujos preços mais subiram em janeiro ante dezembro estão legumes (10,65%), tomate (12,55%) e feijão (12 93%). Mesmo com o avanço nos preços em janeiro, a APAS destaca que o IPS ficou abaixo dos demais índices de inflação do período.

Ainda de acordo com a entidade, a previsão para 2012 é de desaceleração, principalmente em relação a bebidas. “E esta tendência ainda não pode ser captada neste primeiro mês do ano, e desta maneira, os resultados dos próximos meses, principalmente, de fevereiro, março e abril poderão dar maior previsibilidade para a expectativa de preços para 2012”, afirma a APAS, em nota.