Indústrias de aço e alumínio dos EUA estão mortas, diz Trump

A fala do presidente sinaliza que ele não vai recuar do seu plano de impor tarifas sobre as importações de alumínio e aço

Washington – Diante de críticas de aliados no exterior e membros de seu próprio partido, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está sinalizando que não vai recuar do seu plano de impor tarifas sobre as importações de alumínio e aço.

Na noite deste domingo, Trump disse no Twitter que as indústrias norte-americanas de aço e alumínio “estão mortas”. “Estamos no lado perdedor de quase todos os acordos comerciais. Nossos amigos e inimigos se aproveitaram dos EUA por muitos anos”, disse o presidente.

“Desculpe, é hora de mudar!” Trump apresentou na semana passada o plano de impor tarifas de 25% sobre importações de aço e de 10% sobre as importações de alumínio, respectivamente.

O movimento protecionista cumpre uma promessa de campanha de proteger os fabricantes norte-americanos, mas republicanos que defendem o livre mercado e parceiros comerciais dos EUA estão alertando que isso pode provocar uma guerra comercial.

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, ligou para Trump neste domingo para registrar seu desagrado com a ação.