Indústria siderúrgica demitiu 11.188 empregados em 12 meses

Essa desmobilização de mão de obra é consequência da desativação ou paralisação de 20 unidades, sendo 2 alto-fornos, 4 aciarias e laminadores

São Paulo – O cenário de crise da indústria siderúrgica brasileira bateu de frente no emprego. Segundo levantamento feito pelo Instituto Aço Brasil (IABr), 11.188 funcionários do setor já foram demitidos em doze meses e outros 1.397 tiveram seus contratos suspensos (lay off).

Essa desmobilização de mão de obra, fruto da fraca atividade, é consequência da desativação ou paralisação de 20 unidades, sendo 2 alto-fornos, 4 aciarias e laminadores.

Ainda de acordo com a entidade, caso o quadro atual se mantenha a estimativa é de que outras 3.955 pessoas sejam demitidas ainda neste ano.

O IABr aponta ainda que US$ 2,1 bilhões foram postergados em investimentos do setor.