Índice de preços Ceagesp recua 1,18% em agosto

Segundo o Ceagesp, a tendência para o próximo trimestre é de preços reduzidos e deflação para a maioria dos alimentos in natura

São Paulo – O Índice da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), que mede os preços de alimentos frescos no mercado, registrou queda de 1,18% em agosto, em relação a julho. No ano, o indicador sofreu retração de 0,85% e, nos últimos 12 meses, alta de 4,41%.

Segundo o Ceagesp, a tendência para o próximo trimestre é de preços reduzidos e deflação para a maioria dos alimentos in natura. Em agosto, o setor de frutas subiu 0,49%.

As principais altas foram do maracujá azedo (46,3%), jaca (25,5%), melancia (20%), maracujá doce (18,4%) e atemoia (15,7%). As principais quedas foram do mamão papaya (-37,8%), ameixa estrangeira (-21,3%), morango (-18,3%), abacaxi havaí (-16,7%) e mamão formosa (-16%).

Os legumes registram queda de 8,64%. As principais baixas foram do pepino japonês (-31,7%), vagem (-20,9%), jiló (-18,7%), ervilha (-17,4%), beterraba (-15,6%) e tomate (-11,4%).

As principais altas foram do pimentão amarelo (27,7%), berinjela (22,7%), pimentão vermelho (19,8%) e cenoura (4,1%).

O setor de verduras caiu 7,38%. As principais quedas foram da couve (-30.5%), coentro (-28,1%) couve-flor (-19%), espinafre (-15,8%) e alface lisa (-13,2%). As principais altas foram do moyashi  (17,9%), nabo (9,7%), cebolinha (6,5%) e milho verde (4,5%).

Os pescados tiveram alta de 5,95%. As principais elevações foram da lula (22,6%), anchovas (20,4%), polvo (17,3%), robalo (16,6%) e cação (12,1%). As principais quedas foram da tilápia (5,8%), namorado (-5%), abrótea (-5%) e corvina (-4,6%).